Caso da menina Laura Orlandi, pai é ouvido!

Caso da menina Laura Orlandi, pai é ouvido!

Em entrevista concedida ao repórter Sérgio Guimarães neste domingo (18) o pai da menina Laura refuta todas as acusações da mãe e explica os motivos que fizeram com que a justiça tirasse a guarda e concedesse ao pai.



Segundo Cristiano Orlandi, após receber denúncias de vizinhos alegando que a mãe se prostituía e que a criança estaria presenciando e sendo exposta a um ambiente não adequado, ele acionou o conselho tutelar para que se investigasse e segundo ele uma semana depois o conselho já determinou que o pai ficasse com a menina.

Cristiano explicou as cenas de desespero da filha ao ser entregue e alegou alienação parental, que a mãe o desenhado como vilão e que a madrasta não gostava dela, o pai disse que a convivência com a madrasta e o enteado é ótima e que em seguida já ia para o colo dela.

O pai também comentou sobre o suposto assédio sexual, lembrando que o enteado tem apenas 5 anos de idade, e desmentiu essas acusações afirmando que a relação entre eles é ótima.

Cristiano por fim disse que quer proteger a filha de toda a exposição e quer o melhor para a menina e que lamenta que a mãe tenha apelado para as redes sociais e não recorreu da decisão da justiça e pede para que as pessoas se perguntem porque uma mãe perde a guarda de uma filha.