Inquérito da CPI da Ponte Hercílio Luz é instaurado pelo MP-SC

Inquérito da CPI da Ponte Hercílio Luz é instaurado pelo MP-SC
Deputado Estadual Bruno Souza (NOVO) apresentou relatório de 1842 páginas

A reforma da Ponte Hercílio Luz evidencia a falta de planejamento e eficiência no uso do dinheiro público em Santa Catarina

A reforma da Ponte Hercílio Luz evidencia a falta de planejamento e eficiência no uso do dinheiro público em Santa Catarina. Em 2019, como relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre a reforma da Ponte, o Deputado Estadual Bruno Souza (NOVO) apresentou relatório de 1842 páginas - esse relatório foi modificado e aprovado pela Comissão e, depois, encaminhado ao MP - pedindo a investigação sobre os contratos fechados ao longo de quase três décadas de obras.
A CPI apontou indícios de crimes e atos de improbidade administrativa feitos por integrantes da iniciativa privada e gestores públicos que atuavam nas obras de restauração. Agora esse relatório será usado como base pelo Ministério Público para dar andamento às investigações e eventuais punições. Ao todo são 26 pessoas físicas e jurídicas indiciadas.